O amor. Somente o amor vence as barreiras, a desigualdade e a injustiça impostas por um sistema sujo alimentado por nossa sociedade cada dia mais fútil e oca.

Frei Betto, em “O vencedor”, apresenta-nos um empresário, Mário, que pavimenta seu caminho em direção a um futuro caótico em que terá que abrir mão de tudo a que sempre deu valor para salvar a vida de seu filho. Ao acompanhar a trajetória desse capitalista capaz de tudo para acumular divisas, aprendemos que aquilo que fazemos hoje terá repercurssão no futuro. Ademais, Mário e sua esposa Mônica mostram-nos que há muita coisa além das aparências. Seus filhos, Verônica e Pedro, nos apontam o quanto é necessário haver amor, honestidade e carinho em nossas relações.

Essa família a que Frei Betto nos introduz, a partir de seu sofrimento e mergulho no submundo de drogas, crime e armações ilícitas, mostra-nos que sempre haverá esperança de um mundo melhor. Desde que haja amor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s