Stop. A vida parou, ou foi o automóvel?*

A minha cota já se esgotou.

Parece que tudo parou.

E isso é apenas rima.

De forma alguma é solução.

Aliás, não aparecem os responsáveis por qualquer elucidação. Apenas preocupam-se com melodias, rimas marqueteiras e toda cidade brasileira é a melhor para se viver.

Enquanto isso, pelas estradas da vida, sentamos no banco do automóvel e assistimos ao tempo passar. Acompanhamos nosso dinheiro voar. E não me venha com essa história de progresso. Os cidadãos não precisam de jogos, estádios, hotéis; muito menos de relógios nas praças para contagem regressiva para o dia em que as cidades estarão ainda mais aborrecidas com tanta gente a escapar pelo ladrão.

E que esses gatunos não se encham de esperança por ser essa a sua deixa para completar o orçamento com dólares, euros, ou libras esterlinas.

Lindas notas estrangeiras.

Espere. Pare um pouco; mais um pouco. Vamos analisar essa situação.

Talvez eu seja impaciente, incongruente, insistentemente

do contra.

No país do futebol, queremos ver a bola rolar, pois não?

E que enrolem os professores, os doutores, sem falar nos informais, mas sobretudo, que se escondam por trás do gol. Mas cuidado, é na rede que haveremos de lhe notar.

Anotaremos nomes nas estradas, em cruzes que honram cidadãos esmagados pelas curvas que compõem as rachaduras do asfalto que não enterra, mas esfola nossa cara num tapa bem dado pelo poder que nos sobrevoa, tão distantes, endeusados, intocáveis, em suas vestes de colarinhos engomados. Em seus paradoxais cargos. Em sua hipocrisia a negar a própria origem.

Pare. Escute.

Estamos morrendo na beleza do concreto arneiro.

Ah! Não… Desculpe-me.

Importante mesmo é ser novel.

Inesquecivelmente novo do trinque.

Inovador, revolucionário…

Moderno.

*Cota Zero. Por Carlos Drummond de Andrade (1977)

 

Esta crônica foi publicada na revista eletrônica Rio Total.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s