Em seis palavras, consegue dizer algo?

Cada louco com sua mania. Não é isso que diz a sabedoria popular? Tenho duas, dentre tantas outras, que andam sempre juntas, são companheiras. Visitar livrarias a procura de novidades e pensar, ou melhor, refletir sobre assuntos diversos.

Numa dessas visitas, há alguns anos, deparei-me com um livro inusitado: “Not Quite What I was Planning — Six-word Memoirs” (em minha livre tradução: Não exatamente o que eu planejava — Memórias em seis palavras). Trata-se de um dos produtos da Smith Magazine que lançou seu projeto em 2006, na internet. Estimulados pela lenda de que Ernest Hemingway recebera o desafio de escrever uma história em seis palavras, a revista criou o site www.smithmag.net/sixwords onde leitores podem postar suas histórias, em apenas seis palavras.

Ocorreu que procuraram amigos, parceiros e sites de relacionamento; divulgaram o projeto e logo distintas histórias em seis palavras apareciam por todos os cantos da internet; foi um sucesso. Eram biografias escritas tanto por desconhecidos quanto por famosos. Coisas como: “One tooth, one cavity, life’s cruel” (Um dente, uma cárie, vida cruel), ou “Alive 38 years, feels like 83” (Vivo há 38 anos, parecem 83), ou ainda “Now I blog and drink wine” (Agora sou blogueira e bebo vinho), e muito mais, acabaram publicadas em livro. Hoje, já são mais de seis volumes (oito norte-americanos e uma edição em japonês) e também vendem camisetas e outros produtos. Além disso, se você quiser, pode entrar no site e postar sua biografia, ou qualquer história que queira contar.

“Menos é mais” dizem os grandes consultores do Storytelling. E nesse calor, ainda não consegui parar de pensar nisso. Quanto menos movimento, melhor. Menos roupa, melhor. Menos gente, melhor. Mas e as palavras? Será que conseguimos ser sucintos e não sufocar a situação com uma verborreia irritantemente desagradável da qual verdadeiramente não necessitamos para que nos façamos compreendidos?

Hemingway conseguiu escrever a história que lhe foi encomendada: “For sale: baby shoes, never worn” (Vendo: sapatos de bebê, nunca usados.)

Eu vou arriscar uma reflexão: Seis palavras, bem escolhidas, dizem tudo.

E você? Consegue se expressar em apenas seis palavras?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s